A Diocese de Juina em parceria com a REPAM – Rede Eclesial Pan-Amazônica realiza de 6 a 27 de maio uma missão de paz na cidade de Colniza/ MT. Este é um projeto da diocese que responde a um conjunto de eventos marcantes na região como o assassinato de 9 trabalhadores em abril de 2017 e do prefeito da cidade em dezembro do mesmo ano. A missão teve todo o apoio da REPAM tendo em vista que dá seguimento as ações seguintes dos seminários Laudato Si e do projeto do mapeamento da região amazônica. Participam da atividade  Moema Miranda e Renato Lopes,assessores da REPAM, bem como a analista de projetos Arlete Gomes e a filosofa convidada Ines Bastos.

A equipe chegou em Juina no dia 5 de maio e participou de reuniões com o Bispo diocesano, Dom Neri Jose Tondello. No dia 6 participou de uma missa de envio na catedral diocesana e depois viajou 7h até Colniza, para a missa de abertura das missões na cidade. No dia 6, à noite, a equipe de missionários da REPAM se juntou aos missionários de Colniza para o envio da missão. Todos receberam a cruz missionária e a bênção do bispo diocesano marcando, assim, o inicio da atividade.

Após a missa de envio, os moradores de Colniza participaram de uma vigília pela paz na cidade com condução de Dom Neri e o apoio dos missionários. Foram momentos de espiritualidade pela paz na região. A proposta é repetir a vigília todas as noites durante os dias de missâo.