Por Vatican News

 

No segundo dia de seu intenso calendário de atividades no Chile, o Papa Francisco se transfere nesta quarta-feira (17) da capital Santiago para Temuco, no sul do país, onde encontra os povos indígenas Mapuche, que há tempo, reivindicam um maior reconhecimento de sua cultura e de seus direitos.

O Papa vai celebrar a Santa Missa no aeroporto de Maquehue, com a presença de uma ampla representação de grupos étnicos indígenas. Às 12h45, hora local, na casa “Mãe da Santa Cruz”, almoçará com 11 habitantes da região da Araucanía, entre os quais oito membros do povo mapuche.

Às 15h30, hora local, Francisco retornará de avião para Santiago, onde chegará uma hora e meia depois, e onde às 17h30 está previsto o encontro com os jovens no Santuário de Maipu. Por fim o Papa fará uma visita à Pontifícia Universidade Católica do Chile, prevista para às 19h, horário local.