Imperatriz, no Maranhão, recebe o Seminário Laudato SÌ (Louvado Sejas)

 

A diocese de Imperatriz juntamente com as dioceses de Carolina, Viana, Grajaú e Balsas, no Maranhão, recebem a partir de hoje (10) até dia 12 de fevereiro de 2017, o Seminário Laudato SÌ (Louvado Sejas) e Repam-Brasil, organizado pelo Regional Nordeste 5 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e Diocese de Imperatriz. O Seminário apresenta reflexões e propostas sobre a carta encíclica Laudato SÌ, do papa Francisco e a realidade social, política e religiosa da Região Tocantina.

Desde 2016 a Comissão Episcopal para a Amazônia e a Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam) tem promovido seminários como este nos regionais da CNBB, na Amazônia Legal. A proposta é tecer redes e estabelecer relações, visando debates para provocar transformação da realidade local. 

Além do contexto eclesiástico, o Seminário envolve vários setores da sociedade civil, como organizações não-governamentais, escolas e os governos municipal, estadual e federal, com a finalidade de construir “sinais de esperança em relação a defesa da vida do meio ambiente e a preservação da casa comum”, identificando e fortalecer iniciativas socioambientais da Igreja e da sociedade civil na Amazônia, possibilitando assim o intercâmbio de saberes e de ações. Serão debatidas questões como o desmatamento desenfreado, a contaminação dos rios, as violações aos direitos humanos e da natureza, no contexto amazônico.

O evento contará com público de cerca de 100 pessoas, com representações das diversas pastorais sociais, CEBs, igrejas, movimentos sociais e a presença dos ribeirinhos, índios, quilombolas, universidades e etc. O Seminário busca também tornar a Repam conhecida. Aliado ao desejo de divulgar a proposta da Encíclica Laudato Sì convida a todos, a partir de seus locais, a responder ao desafio de proteger a natureza, na busca de um desenvolvimento sustentável e integral.

 

 

Sobre a Repam

A Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam) foi fundada oficialmente em setembro de 2014. Abrange os nove países do bioma amazônico e os nove estados brasileiros ali situados – incluindo o território da Amazônia Legal. Os Seminários Laudato Sì estão sendo realizados nos vários cantos desse território, dialogando as realidades locais com a encíclica do Papa Francisco.  A região amazônica é um dos maiores berços de biodiversidade ecológica e cultural do planeta. A preocupação da Igreja com esta região é histórica e volta-se para o cuidado e proteção desta grande casa comum.

https://ci6.googleusercontent.com/proxy/RnNZfQn2o2xpggJQqefCOervMbPIci5mujDPJnvl43kv6Rtxjyh5gHN_JKVzeU-aaGz3pePFgxfoAAtZJZNx8mveVTc-11j98EfuAJVcumUenA=s0-d-e1-ft#https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif